quarta-feira, 29 de maio de 2013

Todas as Chuvas Precipitam Vida

Visualizações:


Todos os pensamentos encharcados
pelas enxurradas que carregam outonos
e carregam folhas secas e mortas
e enfeitam sarjetas esquecidas no tempo.

Todos os pensamentos intumescidos
pelas águas precipitadas dos vapores
que deságuam pétalas fosforescentes
pelos jardins molhados do meu olhar.

Observo pássaros entremeio gotículas
e há também insetos apavorantes apavorados
se ocultando dos apetites canoros alvorecidos
e esvoaçantes os devaneios da alma do mundo.

Observo nuvens tão plúmbeas e pesadas
que em trovoadas pendem luzes ao firmamento
e com seu cetro relampejado vem Iansã
derretendo os sete céus sob nossas cabeças.

Agora um silêncio entre o nadir e o zênite
e os espíritos elementais comemoram a vida
que se renova em cada broto suscetível
às benesses que a chuva trouxe aos vegetais.



Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...