quarta-feira, 15 de maio de 2013

Nos Lábios Pálidos um Beijo Sombrio

Visualizações:



Nos lábios pálidos uma pergunta
e a resposta vai além das conclusões
apenas retorce e contorce realidades
de uma palavra maldita ou desdita.

Nos lábios pálidos o batom já envelhecido
tão gasto dos beijos do submundo
e nas flores a saliva do grito exposto
a contragosto do coração dilacerado.

Nos lábios pálidos um sol rachado
e um frio mortífero que queima a alma
e rechaça toda a arbitrariedade da alucinação
deixando apenas gotas coloridas de pensamentos.

Nos lábios pálidos o ósculo sem sentimento
da morte que carrega a morte do amor
e renasce na vida destemida de um recriador
de vastos olhares e imaginações pluricelulares.

Nos lábios pálidos o gosto do destino
manipulado e já um tanto quanto tardio
enquanto histórias são escritas e descritas
nas páginas contínuas do tempo passageiro.

Nos lábios pálidos um reflexo da aurora boreal
regurgitando cores e fragmentos de mim
que se espalham nas entrelinhas da poesia
que recria o sabor do verso já tão disperso.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...