quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Avistando a Paz Encontrei o Amor

Visualizações:



Na colina avistei-a só
e compartilhei sensações
mas foram alheamentos
e minhas preces não a tocaram.

Na colina avistei seus olhos
e dividi um gostar incondicional
mas foi a indiferença
dos seus gestos que feriu-me.

Agora o ósculo sóbrio dissipou-se
e foram revoadas insensatas
das gotículas dela que partiram
e deixaram o sol em pedaços.

E se fossem todas as coisas você
ou todas as pessoas uma pessoa só;
organismos de amor e ódio
fundidos numa mór consciência;

e divididos em suas equações,
mas ela partiu e deixou saudade
e, ele também se foi do mundo
e o que restou foi essa busca;

por reencontrar ela que é a paz
que se mostra as vezes no peito
que busca por ele que é o amor
que se dividiu por universos pessoais.

Na colina avistei-a só
e gritei e seu nome ecoou
e a humanidade olvidou a paz
então sorrateiro o amor voltou.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

2 comentários:

  1. Muito boa a sua poesia,...então sorrateiro o amor voltou, se voltou é porque havia raizes, gostei, mostra a sua habilidade nas palavras.
    Tudo de bom,
    Antonio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo seu apreço António... Uma ótima noite a Ti.

      Abraço!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...