quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

À Luz das Obscuridades

Visualizações:



Na noite obscuridades ocultas
se sobrepõem a luz da lua
e no firmamento o ócio das nuvens
vagueando junto aos mistérios.

No peito obscuridades ocultas
que se transmutam a cada dia
que se ofuscam à luz suprema
mas, ainda o sopro é dos mistérios.

No sol as obscuridades do fogo
e os anjos flamejantes magnetizam
todos os astros e planetas regidos
mas, ainda as órbitas são mistérios.

No olhar a obscuridade dos segredos
que eu guardo sob a luz bruxuleante
de um candelabro de sete braços
enquanto escrevo poesias de amor.

Obscuridades de um amor que sinto
e que guardo egoisticamente em mim
por medo de magoar, por medo de afastar
você, por medo de sucumbir aos mistérios.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...