sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Soneto Esporádico Emblemático

Visualizações:


No pensamento um crepúsculo esporádico
e uma simbiose entro o homem e o tempo
que passa sem ou qualquer contratempo
em viravolteio ambíguo estapafúrdico.

Nos devaneios um arrebol emblemático
pigmentando um horizonte de alento
em tinta a óleo dando forma ao vento
em uma tela com esboço idiossincrático.

E a poesia se fundindo as mil auroras
que tem histórias de sóis e ampulhetas
engolindo na areia todas as horas;

horas roubadas de outros planetas
de céus fluídicos, luar raro simbólico,
soneto idílico de verso bucólico.


Jonas R. Sanches
Imagem:Salvador Dali

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...