terça-feira, 2 de setembro de 2014

Indriso de um Céu Plúmbeo de Setembro

Visualizações:


Há reviravoltas no firmamento,
ouço lá fora zunir um brando vento,
aqui na alcova entoo uma oração

de chuva, suplica por precipitação;
há reviravoltas entre as nuvens
e o trovão retumba inda jovem.

A seca castiga sem piedade o homem...

A seca é necessária tanto quanto a morte.


Jonas R. Sanches
Relâmpago sob observação de guepardos no parque Masai Mara, no Quênia, 22 de setembro de 2009 (Foto: Paul Souders – Corbis)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...