sexta-feira, 12 de abril de 2013

Momentos Propensos a Poesia

Visualizações:



Dos tantos momentos vividos
ensinamentos são colhidos
e fazem do peito um abrigo
reservado em paz no coração.

Momentos de ventos zunindo
e ouvidos atentos ao mundo
que canta de forma velada
os mistérios da minha jornada.

Vivências repletas e entardecidas
entre olhares de flores contorcidas
ou apenas o espinho do caule desnudo
de uma rosa vermelha que estudo.

E os jardins já ocultam parlendas
de uma infância regada de estrelas
de cirandas de tempos infinitos
que cantavam amores e mitos.

Calejadas agora minhas mãos
de canetas e penas e letras
que na campa riscavam borboletas
passeando onde jaz um alguém.

E nas árvores brotadas do além
nobres cânticos raros canoros
contrastando ao som de um choro
por aqueles que um dia partiram.

Vejo em todos ímpares universos
que inspiram-me em cada verso
de amor, alegria ou tristeza
que contemplo pela natureza.

E dos tantos momentos vividos
restam sussurros e alaridos
e o tic-tac do relógio da eternidade
que conta meus dias sem misericórdia.


Jonas Rogerio Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...