segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Aos Poetas meus Versos Vespertinos

Visualizações:


Ah, os Poetas, seres de almas repletas
de cores exóticas e flores raras
colhidas em jardins celestiais;
ah, os Poetas, anjos semeando poesias
com versos dóceis, às vezes amargos,
outrora tristes, algures calados,
muitas vezes são seres alados
que sobrevoam os píncaros dos devaneios,
outras vezes são corações apaixonados,
extasiados compondo às suas musas.
Ah, os Poetas, alienígenas de letras douradas
que percorrem madrugadas,
que tateiam os sentimentos mais sutis
e os descrevem como ninguém mais o faz.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...