segunda-feira, 3 de junho de 2013

Um Olhar Pela Fresta do Universo

Visualizações:


Olho pelas janelas do universo
e volto a infância nos versos
e minha mente escorre pelas cores
enquanto o olhar perde-se entre galáxias

de mim, de um planeta inóspito,
de um sol solitário e de estrelas
que entram pelo céu do quarto
e invadem minhas alucinações.

Olho pelas frestas do infinito
e o que vejo vai além do bonito
então transito entre as esferas
então meus olhos são diamantes

forjados nas entranhas siderais
ou nas entranhas de gigantes extintos
que habitavam livros na estante
empoeirada no canto da alcova.

Olho o cume e vejo o lume constelado
entre seres de tempos esvoaçados
entre anjos de semblantes iluminados
e é quando me percebo um ser alado.



Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...