sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Senda de Ilusões

Visualizações:



Eram muitos os sonhos
e eram muito belos
agora são só flagelos
e um cansaço alienígena.

O fardo que era pesado
já é mais que as dores
e o caminho estreitou;
restam algumas lágrimas para eu beber.

Semeei muitas flores
agora são flores mortas
e a noite é de insônia
enquanto as estrelas cantam a sós.

Minhas cores estão transparecendo
meu olhar já é quase invisível
e os pássaros ficaram mudos
nesse transcorrer das eras.

Queria poder acordar dessa letargia
mas meu despertador já adormeceu
tantos deslizes em poucas vidas
e o preço da próxima morte é incalculável.

Eram muitos os sonhos
e eram tão reais que os perdi
entre aqueles devaneios insanos
agora é caminhar por entre esses espinhos.

Mas o amanhã será um novo hoje
e o poeta recomeçará sua senda de ilusões...


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...