sábado, 21 de julho de 2012

Lamentos e um Blues Jazzístico

Visualizações:



Eu poeto aqui
Jogado as traças
Refletido na vidraça
Entre uma dor lancinante
E um sorriso sem sal

Eu poeto aqui
Minhas mágoas
Degusto lágrimas
Entre um soluço e um trinar
De um tordo sem par

Eu poeto aqui
Sobre a flor
Que se foi
Sobre a luz
Que se apagou

Eu poeto aqui
Meus sentidos
Contidos
E corações murchos
Estilhaçados... Partidos

Eu poeto aqui
Minhas tristezas
Minha grosseria
Minha destreza
Entre os verbos da natureza

Eu poeto aqui
O egocentrismo
O ostracismo
O seu olor partindo
Meus sonhos em saudade

Eu poeto aqui
Um blues sorrateiro
Um jazz matinal
Uma ressaca clássica
De um rock bem antigo

Eu poeto aqui
Eu poeto ali
Eu poeto no espaço sideral
Nos espaços entre os dias
Eu poeto porque amo poetar


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: B.B. King

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...