segunda-feira, 7 de maio de 2012

Ser ou Não Ser? Tanto Faz

Visualizações:



Delírios de um astronauta aposentado,
ou de um poeta maluco e sorridente... Tanto faz
As palavras são cadeiras sem acento,
aonde repouso os meus dedos doloridos.

Gasturas de um caderno envelhecido,
ou de um chão muito pisado... Tanto faz
As superfícies são nuvens congeladas,
aonde repouso as dobras dos meus cabelos.

Outonos de um jardim todo pelado,
ou um verão em flores ofegantes... Tanto faz
Os olores refletem as cores da natureza,
aonde repouso meus pensamentos geométricos.

Reflexos de um satélite artificial,
ou da luz da lua cheia... Tanto faz
Os brilhos irradiam grandes sonhos,
aonde eu repouso meus afazeres cotidianos.

E batalho com alma em torná-los reais,
e torná-los-ei... Fujo a ficção se precisar
E volto ao sol em minha máquina do tempo,
para ter com Rá novas ideias... Surreais.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...