domingo, 23 de setembro de 2012

Poeta Hereditário

Visualizações:



É toda uma mágica que envolve
os poemas e os homens-poetas
são pastores de estirpes distintas
e suas ovelhas são cumulonimbus.

É além de palavras essa visão do mundo
que o poeta contorce e retorce e embeleza
colocando na estrofe dragões e mil luas
refletindo as pupilas de um bardo trovador.

É o lima da fábula bem mais afiado
desbastando os confins universais
degustando os manjares de estrelas
libertando os anjos dos grilhões infernais.

É feitiço amoroso é o verbo do pecado
é o leão principado e alado dos dias
espalhando nos livros contos e melodias
é o poeta envelhecendo nas montanhas imaginárias.

É a mágica passando de pena em pena
para deixar riscado em folha virgem
as minhas letras e as suas letras e as letras deles
compondo eternamente o inacabável livro da vida.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...