terça-feira, 18 de setembro de 2012

O Sal das Lágrimas

Visualizações:



Hoje eu vou viver todas as minhas mortes
pra depois morrer minha última vida
vou deixar a alma adormecer mil anos
vou deixar os cães lamberem as feridas.

Hoje vou calar todas as minhas vozes
pra depois gritar minha dor engolida
vou deixar os ventos retorcerem o tempo
vou deixar meus sonhos na próxima esquina.

Hoje vou chorar todas as minhas lágrimas
pra depois beber o sangue em despedida
vou deixar meus pés pisarem as brasas
deixar meus pecados ditarem a lida.

Hoje vou dormir o meu sono mais profundo
pra depois acordar em dimensão desconhecida
vou deixar a pena embebida em tinta
e na escrivaninha a última poesia.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...