sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Centelha da Humanidade

Visualizações:


Já fui florista nos jardins da Babilônia
e fui guerreiro nos montes da Macedônia,
já fui aluno na escola de Alexandria,
fui sacerdote na Igreja de Antioquia.

Já fui herege nos bacanais de Sodoma
e fui soldado sem escrúpulos de Gomorra,
já fui um mago poderoso da Caldéia,
segui o Cristo nas praias da Galileia.

Já fui cigano livre em Constantinopla
e fui hierofante nas pirâmides do Egito,
já fui rebelde nas cruzadas em Beirute,
eu já fui homem, já fui santo, já fui mito.

Já fui poeta recitando a Aristóteles
e fui morcego na caverna de Platão,
já fui rabino na sinagoga com Sóstenes,
fui Daniel na cova com o leão.

Já fui de barco navegando com Colombo
e fui na esquadra conversando com Cabral,
já fui índio enganado pelos colonizadores,
entre maias e astecas eu fui Quetzalcóatl.

Hoje eu sou um singelo trovador,
sou dessa história apenas o narrador
que vislumbrou o tempo passando o tempo,
hoje eu sou o pó da terra carregado pelo vento.


Jonas R. Sanches
Imagem: Corbis

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...