sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Sobre um Pequeno Menino de Alma Gigante

Visualizações:


Tem gente que nasce com alma gigante,
menino que traça as linhas da mente,
tem gente que vem com a faca nos dentes
trazendo nas mãos a receita da arte.

Menino sapeca de mente aguçada
desenhando gente, fluindo contente
caminhos de linhas, desenhos prudentes
um jovem prodígio de mãos abençoadas.

É anjo ou menino, é Ângelo, é Hector;
desenho fluindo, pensamento desperto
que jorra ideias, suas inspirações
que chegam colorindo todos os corações.

Tem gente que nasce com a alma e desenho
na ponta do lápis, no gesto de empenho,
e as portas da vida se abrem a ele,
e ele abre as portas infinitas da mente.

Tem gente que nasce com luz e coragem,
tem gente que é gente, gente de verdade;
tem gente que desenha a gente; engraçado,
tem alma que é grande, que não tem idade.


Jonas R. Sanches

Dedico esta poesia a um menino que já nasceu fazendo arte, e arte de verdade, um menino abençoado que trouxe para este mundo uma alma gigante dentro de si, esse menino é Hector Ângelo, um desenhista e escritor da cidade de Goiânia. O desenho que ilustra a poesia acima é um presente que eu e minha namorada Ely recebemos dele, obrigado Hector e que Deus continue abençoando suas mãos e sua vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...