quinta-feira, 14 de agosto de 2014

No Abraço do Amor Distante

Visualizações:


Um frio distante e o abraço do amor
tão hediondo transpondo barreiras
e a vida segue resignando a sua maneira
e, dentro do coração razões se desfazem.

E então... Então é o poeta e a poesia
elucidativamente em plena expressão
que comove e que distorce a realidade;
realidade translúcida de algum coração.

Um amor distante que se aproxima
tão carinhoso confluindo à minha vida,
tão caloroso afluindo à nova rima,
então são as vozes inexpressáveis da sensação.

E então... Então é o poeta e a poesia
transcendentalmente em empírico momento
que transcorre o tempo rumo ao incerto infinito;
infinito amor que se aninhou no coração.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...