quarta-feira, 12 de março de 2014

Das Lembranças Inalteradas

Visualizações:


Recordo-me das fogueiras
que sibilavam junto ao vento,
recordo-me dos acampamentos
a vislumbrar um céu de estrelas.

Recordo-me das madrugadas
a conversar pelas calçadas,
recordo-me daquele instante
quando cruzei o seu olhar.

Recordo-me do beijo da praia,
do mar azul na noite densa;
recordo-me de algumas poesias
que eu compus inda criança.

Recordo-me de profundas dores
causadas por meus amores,
recordo o cheiro em meus lençóis
somente o que restou de nós.

Recordo-me de mortes inesperadas
que carregaram a esperança,
recordo a lágrima jorrada
e algumas crenças de infância.

Recordo-me de sonhos inalcançáveis
e ainda busco-os incessantemente
pois, são os mesmos lindos sonhos
que me ensinaram a ser gente.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...