segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Cinco da Madrugada

Visualizações:


E a chuva amanheceu no meu jardim
e as flores despertaram as cinco da madrugada
e sorriram com as pétalas molhadas
e choraram alguns caules na enxurrada.

E a chuva amanheceu no meu jardim
e os pássaros despertaram as cinco da madrugada
e trinaram cantos às gotas precipitantes
e choraram alguns ninhos desfeitos ao vento.

E a chuva amanheceu no meu jardim
e eram nuvens pesadas lacrimejantes
e relampejaram faíscas do firmamento
e choraram entre os rugidos dos trovões.

E a chuva amanheceu no meu jardim
e despertei as cinco da madrugada
e tomei a pena e o pensamento como esmola
e chorei de saudade do meu pai.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...