sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Passageiro Sem Destino

Visualizações:



Sou passageiro estrangeiro universal
na nave mundo é o meu passeio ininterrupto
o meu roteiro é variado e setentrional
minha estação é uma aurora boreal.

Sou passageiro explorador dos sete céus
e miro o sol e as estrelas no horizonte
para fugir desse hemisfério conturbado
e reaver no amanhã o amor de ontem.

Sou passageiro viajante alucinado
pelos confins de nebulosas sou guiado
meus olhos velhos são de flores alienígenas
e minha alma herdou a força dos indígenas.

Sou passageiro nesse tresloucado tempo
roubando horas para as rosas germinarem
roubando a morte e saciando minha sede
nessa retórica poética em eterna viagem.


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...