quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Da Busca Infinita Interior

Visualizações:


Procuro a imensidão da pequenez
que delicada é o espelho do infinito
encontro-a num gesto de sensatez
e perco-a num instante tão incógnito.

Procuro a imensidão da lucidez
que translúcida reflete o progênito
de toda cria que nasce com fluidez,
da luz divina que alimenta o primogênito.

Procuro a imensidão do olhar de Deus
então encontro a profundeza incompreensível
mas lá no fundo sei que a alma compreendeu
que Ele é todo o visível e o invisível.

Procuro agora a minha paz interior
encontro um eco intransponível de silêncio
que reverbera em polidez com puro amor
que há no verso todo inverso que pronuncio.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...