terça-feira, 26 de outubro de 2010

Luzes do Arrebol

Visualizações:


Lhe arrebatei após o arrebol
Em um doce e longo ósculo
Na penumbra do crepúsculo
No acender lá do farol

Caminhamos pela orla
Água do mar estava morna
Siris correndo pela areia
E eu aqui na sua teia

Lua brindando esse momento
Refletida em teu olhar
Ondas nas pedras em rebento
Vontade imensa de te amar

Em teus abraços me sacio
Apago a chama do meu cio
Leva embora todos os medos
Em versos, luzes e cortejos


Jonas Rogerio Sanches
Imagem: Google

Um comentário:

  1. Bom dia amigo poeta!!!
    Dizer que está poesia é linda, parece repetição, mas que culpa tenho eu que você escreva poesias tão lindas!!Pra não ser repetitiva digo então:maravilhosa, encantadora...
    Ficou lindo o selo que você fez pra mim!!! Viu lá né?!
    Ótima semana!!Já que criamos realidade, prefiro espalhar amizade !!!
    Atenciosamente
    Vivian

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...