sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Em versos

Visualizações:

Manhã de outubro
Sempre em busca eu me descubro
Aprendo o que sou
Sou luz, sou estrela
Célula de amor
Dos bosques sou cedro
Das flores sou cor
Guerreiro dos sóis
Nas lutas da vida
Aliado dos mestres
Em busca da sabedoria
Sem revés nem sorte
Sou aquilo que quis
Sou filho de Deus
E amo meu Pai
Da humanidade sou gêmeo
Eu sou aquele que sou


Jonas Rogerio Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...