terça-feira, 21 de setembro de 2010

ATALHO

Visualizações:
 


As dores das flores.
Os cheiros das nozes.
As vozes das cores.
O silencio dos albatrozes.
Sou o centro do meu universo.
De dia o som do tempo.
De noite escuro eterno.
O contorno do invisível.
A explicação do indizível.
Espio, explico e complico.
Sem saber se é frente ou verso.
Só sei que sou o centro do meu universo.



         
Jonas Rogerio Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...