quinta-feira, 21 de abril de 2016

Sons

Visualizações:


Sons ecoando,
sons do piado da coruja,
do cacarejar da galinha,
do cricrilar do grilo,
do zumbir da abelha,
do bramir do urso,
do mugir do boi,
do roncar do tigre,
do zurrar do burro,
do coaxar do sapo,
do berrar da cabra,
do grunhir do porco,
do ladrar do cão,
do arrulhar do pombo,
do relinchar do cavalo,
do grugulejar do peru,
do sibilar da cobra,
do grasnar do pato,
do balir do cordeiro,
do chilrear do pássaro,
do crocitar do corvo,
eco disso, eco daquilo,
ecos, ecos,
ecos na minha cabeça,
mesmo que eu não mereça,
ecos, ecos, ecos,
sons de animais,
sons ecoando,
do palrar do papagaio,
do cucar do cuco,
do piar do mocho,
do cantarolar do galo,
do guinchar do macaco,
do miar do gato,
do uivar do lobo,
do ulular da hiena,
do rugir do leão,
mas o mais constante,
o zumbir dos insetos
picando minhas pernas
enquanto escrevo
essa poesia bem estranha
enquanto escuto ecos
vindos da vitrola
que roda tocando
um vinil antigo guardado
do Led Zeppelin.

Jonas R. Sanches
Imagem: Robert Plant

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...