quinta-feira, 14 de abril de 2016

Poesia Para a Jade - Minha Cachorrinha Querida

Visualizações:


O dia estava indo-se
meu novo cão abraçou-me,
assistimos o pôr do sol
entre grunhidos e latidos.

Na vertigem beijou-me o nariz,
lambeu-me os lábios
como fosse um chafariz
depois adormeceu nos meus braços.

Filhote de cachorro,
filhote de amor inocente,
que degusta alegria na gente,
que adormece no meu colchão

Não sei como não amar esse bicho
pois, o seu carinho é carinhoso;
te amo Jade, pois tu me amas
e te verei crescer nas minhas poesias.


Jonas R. Sanches
Imagem: Ely Monteiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...