domingo, 10 de abril de 2016

Labuta Melancólica

Visualizações:


O sol mais uma vez se foi
deixando essa melancolia
no céu estrelas embaçadas
ofuscando toda a alegria

desse sertão rechaçado
de horizonte dourado
pintalgado de andorinhas
que se encolhem na brauninha

solitária lá no pasto
circundada pela seca
as gramíneas que animavam
escassearam pelas gretas

e o poeta angustiado
com marasmo e saudosismo
imagina-se um ser alado
revoando pelos cimos

das montanhas lá distantes
daqueles picos enevoados
onde a paz se faz constante
num recôndito isolado

mas a vida segue em frente
e a montanha lá distante
relembra da minha gente
nessa labuta constante.


Jonas R. Sanches
Imagem: Alberto da Veiga Guignard

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...