sábado, 12 de março de 2016

Madrugada Sertaneja

Visualizações:


Hoje madruguei
cordei co’as galinhas
inda lá no céu
duas estrelinhas
vem lá do terreiro
a música do galo
juntei as minhas trouxas
e saí pro regalo
e junto de mim
voou um bem-te-vi
fazendo estardalhaço
que eu nunca vi
foi me acompanhando
pela minha estrada
eu me espreguiçando
cortando o estradão
orvalho na grama
que beirava o chão
de terra batida
roubando pegadas
e eu fui seguindo
pela madrugada
até que no horizonte
fulgiu o astro rei
despontando em luz
desorvalhando a flor
que noitou sozinha
sonhou com rouxinol
e cordô cos grilos
fazendo algazarra
e eu fui seguindo
inté me despedindo
da minha madrugada
mas fui rebatendo
o dia estava vindo
o céu dum azul lindo
os pastos verdejantes
tinha até borboleta
nos dentes de leão
que recortava o chão
num branco pigmento
esqueci do lamento
e só agradeci
por essa belezura
dessa manhã tão pura
com nuvens de candura
por onde eu existi.

Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...