quarta-feira, 9 de março de 2016

Dentro do Tempo o Vento Passa

Visualizações:


Tento parar o tempo
mas o tempo passa
dou corda no relógio
ele me ultrapassa
reviro a ampulheta
a areia transpassa
tento parar o vento
mas ele trespassa
na roda do moinho
a mente se disfarça
vai rumo ao torvelinho
e tira a carapaça
distorce o pensamento
mas não faz trapaça
apenas dá as cartas
e a sorte que se faça
revés de um momento
momento extrapassa
em voz de poesia
que desembaraça
enquanto esvai o dia
no banco da praça
buscando a alegria
esquecendo a desgraça
que assola a ousadia
e nos enche de graça
fortalece em primazia
dentro da couraça
que repousa sua cria
olhando pela vidraça.


Jonas R. Sanches
Imagem: Vincent van Gogh

2 comentários:

  1. Olá, Jonas!
    Muito bonito o poema "Dentro do Tempo o Vento Passa".
    Aplausos!
    Fraterno abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...