terça-feira, 9 de junho de 2015

Sobre a Vida e a Morte Incessante dos Tempos Imortais

Visualizações:


Tombaram reis e generais ao tempo,
no fio da espada o sangue escorreu,
culpados e inocentes à morte gemeram
e os trovadores cantaram suas histórias;

tragédias reais e trazidas de lendas,
horríveis estórias, cantigas e parlendas,
cinzeladas em pedras, sangradas em pergaminhos
que o tempo guardou nas entranhas do limbo.

A maldade humana é cruel e inescrupulosa
mas, a contraponto a bondade é misericordiosa;
é o bem e o mal que caminham entrelaçados
pelas eras das eras, futuro, presente e passado.

Incondicionalmente essa é nossa natureza,
destruir, descontruir, extinguir o que é nosso,
reinos banhados em sangue de guerras insanas
e a alma que inflama almeja a paz que conclama.

Nada que é feito pelo homem é duradouro
mas,  resiste ao tempo nas mãos dos escribas
que registram a história sangrenta e vivida
pelos antepassados sangrando às suas feridas.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...