quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Ventos Poéticos

Visualizações:


Os ventos continuam a soprar,
levam pétalas e olores em seu ventre,
carregam pensamentos e poesias,
por ondem passam, levam pranto e alegria.

Os ventos beijaram-me a face,
brisa fresca em sóis de Saturno,
árvores alienígenas na minha varanda
sombreando os devaneios vespertinos.

Os ventos continuam a ventar,
ventam e carregam sonhos e nostalgias,
varrem para bem longe alegorias
de versos insensatos sobre o lar.

Os ventos lavaram-me o rosto,
folhas secas de outonos de outrora,
redemoinhos viravolteiam pela mente
desconectando meus colapsos neurais.

Os ventos continuam a voar,
voos noturnos e diuturnos a ventar,
voos lunáticos por entre vias siderais
por onde ando sem sapatos com minha paz.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...