segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Harmonia Transcendental

Visualizações:


Prefaciei o dia que fulgia cintilante,
sumariei as flores e as cores radiantes,
poetizei os pássaros que voavam distantes,
proemiei a noite de estrelas ofuscantes;

verteu então um rio opulento e majestoso
de águas hialinas que jorravam joviais,
palavras alienígenas em cascatas fluviais
modulando a cantiga maviosa em menestréis.

Anteambulei as nuvens ebúrneas no varal,
prologuei  as mariposas revoando no sisal,
versifiquei as árvores decorando o matagal,
edifiquei o vento resvalando em temporal;

transudou então a chuva no sertão do meu quintal,
foi ária encantada com harmonia sem igual,
nasceram arco-íris no firmamento matinal
foi quando percebi meu existir transcendental.


Jonas R. Sanches
Imagem: Chana de Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...