quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Fantasmas Distorcidos

Visualizações:


Ressuscitei os meus fantasmas,
eram assombrações dissolvidas
no tempo, sofrimentos passados;
agora a vida é um pouco mais
de alegrias, iluminura dos dias.

Meus fantasmas já não são mais
aterrorizantes, são coisas banais
pois, a vida é algo mais, é poesia;
vida de versos, rimas e alegorias,
minhas metáforas e euforias.

Meus fantasmas enterrei no deserto
do tempo, e o meu alento é o amor
que fortalece e não arrefece em dor,
tenho o lápis, o amor e a poesia;
tenho um jardim de lilases inspirações.

Ressuscitei os meus fantasmas,
eram sombras longínquas distorcidas,
quimeras em sonhos de outra vida
que reescreverei talvez num livro
para alimentar os sonhos da posteridade.


Jonas R. Sanches
Imagem: Constelação de Carina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...