domingo, 30 de novembro de 2014

Soneto do Verso Melancólico

Visualizações:


Do verso melancólico à elegia
que se transmuta à flor da perfeição
de um jardim isento de demagogia,
somente a busca d’alguma sensação.

Do verso melancólico a cor da lágrima
que se transmuta em brilho de alegria
na face de uma alma cândida libérrima
que esvoaça firmamento de alegoria.

Do verso melancólico o soneto
retumbante em emoção transcrita
que flamula em avidez que grita

com a voz de um estridular perfeito
sem limite, resplandecendo  trejeito
dessa lida que a morte não limita.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...