quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Iridescente

Visualizações:


Deixo a noite adornar-me de estrelas
cadentes, caio do céu e sou cometa
fulgurante, iridescente, meu brilho
ofusca o seu olhar, sou sol radiante,
meu semblante é meu afiado punhal,
me desfaço do que é mal, não vale a pena
desgastar-me, morro e ressuscito
em cada verso meu, minha cova é profunda
mas meu túmulo tem rumores e flores,
minha senda é pedregosa, mas...
Tenho o amor ao meu lado e isso é suficiente.


Jonas R. Sanches
Imagem: Cometa Halle Bopp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...