quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Poeticamente Poético

Visualizações:


O poeta é astro que embevece horizontes
enlevando almas e corações, cores astrais
que se destacam aos olhares ternurentos
entardecidos em sentimentos surreais.

O poeta é pássaro em penugem multicor
que sobrevoa os píncaros da liberdade
estridulando entre os versos os seus cantos
que ribombem em ecos de eternidade.

O poeta é a flor que desabrocha lentamente
em um jardim de beija-flores alienígenas
que batem asas prodigiosas dentro da mente
que lentamente concatena a inspiração.

O poeta é o pranto de um pecado arrependido
em um inferno gélido de espíritos e perdões
que se propagam em letras de misericórdia
pelos cadernos infinitos das lúdicas emoções.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...