terça-feira, 2 de setembro de 2014

Silêncio Místico

Visualizações:


Na mente do eu, absorto em dormência
o espírito se desprende em liberdade
enlevando a alma já despida de consciência,
revelando o hermético em sua plenitude.

São momentos mágicos de introspecção
onde os olhos da carne descerram a ilusão,
a natureza então se mostra nua e intacta
e os símbolos sagrados são de subserviência.

São silêncios desditosos ao alvorecer
enquanto os pássaros revoam às flores,
meus desejos são o que me fazem suportar
tantas irregularidades e às estrelas;

ah, as estrelas imóveis vigiam os anos
como fossem pentagramas dispostos
dentro das linhas mágicas da mística
e intrigante figura do Tetragrammaton.


Jonas R. Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...