sábado, 27 de setembro de 2014

Redondilhas de Amor e Ósculos

Visualizações:


O dia beijando a noite,
um ósculo amanheceu
do sol raio, luz e açoite
e a rosa nua alvoreceu
mas, padeceu na foice
e a pétala esmoreceu
em um jardim distinto.

À noite beijando o dia,
um ósculo, um arrebol
da estrela, luz solitária
despedindo-se do sol
deixando olor que exala
na dama do meu jardim
que noturna sorri a mim.

O beijo e a namorada,
um ósculo de paixão
laços na madrugada
profundos no coração,
minh’alma entrelaçada
a tua em sua contemplação,
e é o amor que em nós fulgura.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...