terça-feira, 16 de setembro de 2014

Indriso Onírico

Visualizações:


Seduz-me fogoso o poema
de luzes e iridescência
cantando qual canto mavioso.

Seduz-me e lança-me o dilema
das trevas da consciência
ao sol de douro majestoso.

E no ébrio é o mergulho onírico.

E no sóbrio é a ânsia do agárico.


Jonas R. Sanches
Imagem: The Eumycetozoam Project

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...