quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Categoremas Poéticos

Visualizações:


Poesias repletas de categoremas
que enunciam em voz de paradoxo
o cerne ressurgindo em teorema
no pensamento contínuo heterodoxo.

Poesias amanhecidas aristotélicas
recheadas de sensações platônicas,
perplexas indagações homéricas
sobre as quimeras dantescas.

Poesias estridulantes e mansas
como os gorjeios de uma cotovia
que bebe água na beira do remanso,
que molha os versos com sua primazia.

Poesias alhures sobre o transcendental
como as escalas das notas divinas
que alternam entre sustenido e bemol,
que estilhaçam na rocha pura melodia.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...