sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Signos Metamórficos

Visualizações:


O poema enclausurado
metamorfoseado em seu casulo,
poesia híbrida à natureza zodiacal
e o verso é o signo da borboleta

astrológica, algo além da lógica
e, a vida e a morte são cores entrelaçadas,
nuances vívidas, tons féretros,
e a alquimia da existência em transmutação.

O poema libertado
esvoaçando para fora de seu casulo,
simbioses poéticas esotéricas
e o verso é o signo da borboleta

monarca, e há cores além das cores
e, o dia e a noite são horas entrelaçadas,
luas e estrelas pairando firmamentos
enquanto o sol aquece os corações.

O poema transubstanciado,
hermeticamente homogeneizado
pelas casas astrológicas dos astros
que adormecem no signo da borboleta.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...