terça-feira, 15 de julho de 2014

Anjos de Marfim

Visualizações:


Escrevo às gretas
escondido de eu mesmo
e, escrevo para eu mesmo

na noite entre trombetas
de anjos de marfim
que cantam inaudivelmente

enquanto beijam dragões
de labaredas prateadas
e asas de silício envelhecido

na borda de vulcões
transbordantes de sangue
da terra que borbulha

exatidões e dúvidas
de um pensamento onírico
que nasce em uma poesia.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...