segunda-feira, 16 de junho de 2014

De um Poema em Viés

Visualizações:


Poemas prosaicos estonteantes
de temas arcaicos exuberantes
falando de flores e hierofantes,
falando de vidas tão obstantes.

Poesias parnasianas elementares
de poetas amargurados salutares
que cantam tristezas e nostalgias,
que gritam metáforas e analogias.

Poemas de emblemas e contrapontos
compostos por versos já semiprontos
de um homem com a caneta de tinta preta,
de um homem que veio de outro planeta.

Poesias que versam dias intermináveis
de poetas em seus mergulhos inenarráveis
tão fundos que se afogam em corações,
profundos tais quais oceanos de ilusões.


Jonas R. Sanches
Imagem: Swampy

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...