domingo, 11 de maio de 2014

Veredas da Cruz e da Rosa

Visualizações:


Pelas veredas que sigo
a via oculta fortalece;
meus santos não são de barro
e minha poesia é de verdade.

O céu noturno é testemunha
das minhas oferendas
e, há além disso um pouco mais
que deixo pelas encruzilhadas.

Pelas veredas que eu sigo
a via dolorosa de uma vida
que segue com seus percalços
e, a cura de tudo isso é de outro mundo.

O céu noturno é conselheiro
quando derrama as vozes das estrelas
e com minha cruz adormeço
no leito aconchegante da rosa sacra.


Jonas R. Sanches
Imagem: AMORC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...