sábado, 24 de maio de 2014

Rebuscado

Visualizações:


Poeticamente poético,
paulatinamente composto,
versificações exclusivas
de um sensacionalismo rebuscado;

e há o parnasiano entrelinhas,
e há o iluminismo bruxuleante,
e há o arcadismo de Pã,
e há o romantismo dos apaixonados,

e há a mão do poeta
que distribui nas estrofes as almas
que vagueiam em seus pensamentos,
em seus delírios,

em suas hipóteses,
em suas alucinações
bizarras como o sorriso da morte
que ceifa sem parcimônia a plantação

de homens e ovelhas,
de azaleias e girassóis,
de sonhos e pesadelos,
mas, ainda intacto o coração

do universo, pulsa o último verso
que exemplifica o amor derradeiro,
que metamorfoseia os espíritos,
que deixa escapar na linha a sensação.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...