quinta-feira, 10 de abril de 2014

Do Gosto Amargo do Destino

Visualizações:


Gritos contidos nas evocações
de quimeras antigas, feitiços
arredios, e a morte mora na floresta
de eucaliptos e brotoejas coloridas.

Olhares vítreos da noite pasma
e as estrelas são os olhos de Lúcifer
que inveja do poeta a perfeição
que ele dispõe em ventre de criação.

Entre o farfalhar dos pássaros, silêncio;
os corações cessaram de borbulhar
e nas erupções casuais de sangue fresco
todos os glóbulos são alienígenas.

Rios escorreram daquele olhar tristonho
e afogaram em enchentes todos os amores
que sequestraram friamente as paixões
e fizeram morrer àquelas alvas sensações.

Agora que a noite infringe torturas
a carne peca e não espera o perdão
mas, a alma se esgueira pelos becos
em busca de um corpo pronto à encarnação.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...