quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Quando Ela Chega

Visualizações:


E lá vem ela
sorrateira novamente
não pode me ver contente
que vem como dor de dente;
eu falo da solidão,

que todo dia
bem perto do arrebol
ela chega e vai o sol
vem estrelas e tristezas
quando chego ao atol.

E lá vem ela;
minha eterna companheira
trazendo a paz verdadeira
mesmo sendo um gesto duro
nessa hora derradeira.

Quando ela chega
é hora de ficar calado
deixar o temor de lado
e o olhar límpido qual lago
sem ventar a madrugada.

Quando ela chega
fico quase atordoado;
me liberto dos grilhões
e o espírito desgarrado
vai vagar imensidões.


Jonas R. Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...