terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Eterno Poeta

Visualizações:


Tudo o que é vivo sobre a terra há de morrer,
as flores com seus delicados pólens morrem,
as feras nas savanas africanas morrem;
o homem seja bom ou seja mau morre,
os pássaros que povoam os ares morrem,
as abelhas, borboletas e besouros,
as folhagens, as ramagens e os canoros,
todo peixe, toda árvore e toda dama;
mas o poeta sobrevive
 em nossa mente eternamente.


Jonas R. Sanches
Imagem: Inga Nielsen

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...