segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Soneto Perspicaz

Visualizações:


Transpassando algum verso esquálido
ressurgido de um inferno perspicaz
transmutado de vil a catocálido;
mas, ainda a atroz vereda é suspicaz.

Transpassando um universo pálido
ressurgido do inverso brando e eficaz
do ventre de um cometa propelido
à estrela que em supernova se desfaz.

E agora é novo o beijo e o nascimento
e à campa a morte é a tumba de cimento;
e a dor é  um vento catatônico

e o momento é do abraço mnemônico
relembrado no vulto do soneto,
reescrito na areia por um graveto.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...