sábado, 14 de dezembro de 2013

Romanceiro

Visualizações:


Vislumbro a alcateia dos meus sentimentos
devoradores de ânimos e de expectativas,
são lobos ferozes que guiam o amanhã
e o hoje é apenas a vivência adquirida manifestada.

Vislumbro essa colmeia de pensamentos
organizados, insanos, caóticos e inalterados,
são abelhas amantes de todos os pólens
e o zumbido na minha cabeça é aterrador.

Vislumbro esse bando de irrealidades
que povoam os céus lúcidos da fantasia,
são meus pássaros libertos de todos os grilhões
e a melodia que ressoa é inerte sinfonia.

Vislumbro essa plêiade de criatividade
que enchem páginas com almas e amores,
são poetas insanos, insensatez de trovadores
e a poesia não pode parar, e o sonho não pode morrer.


Jonas R. Sanches
Imagem: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...